Recife, Quinta-feira, 19 de Outubro de 2017

Últimas Publicações
20/05/2009 
12:37  -  Obras na Bacia do Beberibe continuam como prioridade na MR 2.1

Publicações Anteriores: 19/05/2009, 14/03/2008, 13/03/2008
13/03/2008 
18:10  -  Estudantes apresentam projetos turísticos no II Salão O Fuçador
17:50  -  Prefeitura divulga postos de coleta da filariose
17:31  -  Recife é tema de palestra na Biblioteca de Afogados
17:26  -  Professores municipais participam de curso de formação
17:20  -  Prodarte realiza feira na Lagoa do Araçá
 
15:52  -  Começa uso obrigatório do Cadastro Único de Materiais  Voltar às Manchetes
  


A partir desta quinta-feira (13), passa a ser obrigatório, para toda a Prefeitura do Recife, o uso do Cadastro Único de Materiais (Cadum) nos processos de empenho realizados por meio do Sofin. O sistema foi desenvolvido pelas diretorias Geral de Licitações e Compras (DGLC) e de Contabilidade do Município (DGCM), ambas ligadas à Secretaria de Finanças. Para garantir o bom uso da ferramenta, a secretaria realizou, no mês de fevereiro, uma palestra de divulgação, da qual participaram representantes das secretarias municipais.

Segundo o analista de compras da DGLC, Nivaldo Barreto, as maiores vantagens do uso do Cadum são a padronização das compras e a manutenção do cadastro de preços atualizados, com a alimentação do banco de dados à medida que as licitações e as compras diretas vão ocorrendo. No Cadum, cada item possui um código próprio. Este código é utilizado antes mesmo do empenhamento, ainda no início do processo licitatório ou na fase de cotações, em casos de compras diretas, e está atrelado a um sub-elemento de despesas, que indica informações sobre o valor, a classificação orçamentária e ao tipo de material. Desta forma, fica ainda mais fácil controlar os gastos orçamentários e a qualidade dos produtos adquiridos.

De acordo com a contadora da DGCM, Maria do Socorro Pessoa, a partir de agora será possível, utilizando o código do Cadum, fazer a classificação de custos no Sistema Municipal de Custos (SMC), almoxarifado e no patrimônio pelos sistemas correspondentes. “O objetivo principal é criar mecanismos que assegurem, de maneira homogênea, a apropriação de itens de forma direta e indireta, garantindo a consolidação das compras conforme previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF)”, frisou.

 

  
 
 
 

15:50  -  Recife ganha novo espaço literário
15:47  -  Festival reúne artistas pernambucanos e espanhóis no Santa Isabel
15:45  -  Oficina sobre artes reprodutíveis no contexto urbano
14:48  -  Prefeito assina ordens de serviço para obras de saneamento
13:54  -  Violência contra a mulher é tema de curso oferecido pela PCR
13:40  -  João Paulo entrega mais 131 títulos de posse de terra
13:01  -  Prefeito anuncia espaço da Rádio Frei Caneca
11:40  -  Ação integrada oferece serviços aos moradores de Coqueiral
10:57  -  Sistema Público de Emprego e Renda oferece mais 101 vagas
10:15  -  Pré-conferência elege 35 delegados da RPA-3
10:13  -  Prefeitura do Recife apóia evento literário
09:15  -  Recife comemora 471 anos com muita festa e presentes
09:13  -  Dinho Andrade toca no Estação Arte
09:10  -  Apolo-Hermilo oferece espetáculos e oficinas de bonecos
09:09  -  Ação integrada beneficia moradores do Coqueiral
09:07  -  Pátio tem samba, jovem guarda e mangue esta semana
08:37  -  Murillo La Greca expõe obras de artistas com deficiência
08:36  -  Fórum do Esporte do Mangue acontece nesta quinta
08:34  -  Justiça libera obras do Parque Dona Lindu
08:27  -  Mustardinha recebe 1ª Copa de Futsal
08:26  -  Prefeito assina ordens de serviço e entrega títulos de posse
08:24  -  PCR promove atualização na área de violência sexual
08:20  -  Academia de Boa Viagem completa seis anos com festa

Pesquisa em Publicações Anteriores
 
Entre as datas (dd/mm/aaaa)
até
Com qualquer uma das palavras
Com o assunto
Dicas de Pesquisa

Página Principal Volta para Pesquisa

RSS do Boletim de Noticias  O que é isso?